sábado, 5 de fevereiro de 2011

A vida é feita de escolhas - Parte VI

Pedro não esboçou em momento algum qualquer sentimento de amor pelo pai, a ira e o desejo de se vingar e transmitir sua dor  falou mais alto e fez com que o garoto não deixasse transparecer o seu carinho apesar de bem lá no fundo ele sabia que amava seu pai,mas naquele momento ele precisava expressar seu sofrimento e talvez aquela fosse a melhor maneira.
Pedro lacrou o envelope e o guardou em uma caixa junto com uma luva de beisebol ,essa luva  trazia muitas recordações  da infância de Pedro, naquela época os pais tinham mas tempo para ele, mas conforme os negócios cresceram eles acabaram se distanciando, Arthur sonhava em jogar beisebol quando era garoto e com o tempo foi pondo caraminholas na cabeça do filho tentando o incentivar a abandonar os próprios sonhos para seguir os dele e agora junto a carta seria devolvido os sonhos do pai, Pedro não seria um jogador o único futuro que ele previa agora era a sua morte que se tornava cada vez mais próxima....

Pedro  sentiu um aperto no coração, uma imensa saudade de sua infância dos cuidados de sua mãe, quando foi caindo em si percebeu que o tempo corria e ainda precisava se despedir de uma pessoa. Ainda com o papel e a caneta na mão  ele começou a escrever em meio a um misto de alegria e tristeza, alegria pelo que viveu um dia e tristeza pelo que se transformou sua vida.

Mamãe

Talvez não saiba o quanto eu te amo e o quanto vc me faz falta, foram tantas as vezes que sofri calado, vezes em que desmoronei e tudo oq queria era vc ali pra me dar um conselho de mãe ou apenas pra dizer que estava comigo e tudo daria  certo.
Onde vc se escondeu esse tempo todo?sera que não viu no meu olhar o grito desesperador de ajuda ?sera que não sentiu no meu silencio que algo estaria errado? esse tempo todo vc virou as costas pra mim,me abandonou ,fingiu não perceber  o que estava acontecendo e talvez se vc estivesse aqui agora td seria diferente ,vc me abraçaria ,me colocaria em teu colo e me diria o quanto sou especial pra vc.
Eu ainda sou especial pra vc né mamãe?
Eu resisti muito tempo a todo esse inferno e foi por vc, pq te amo, pq no fundo tinha esperanças que vc entendesse que eu estava sofrendo calado poderíamos refazer nossas vidas e seria td como quando eu era seu garotinho vc se lembra mamãe vc me chamava de anjinho?sera que ira me perdoar por td?to sem respostas pra essas perguntas. Mãe  vc é muito importante pra mim mas eu cansei disso td cansei disso que insistem em chamar de vida,onde esta a vida em ?oq tem de  tão especial no seu escritório que a faz  ficar lá e perder todo o carinho que eu poderia te dar?oq é que te faz tapar os olhos pra minha dor?dinheiro?sera que és tão gananciosa assim? vc jamais podera alegar que vc não notou algo de errado,no fundo eu sei que vc viu  algo diferente em mim lembra-se quando me deu aquele diário?eu notei sua aflição e muitas vezes percebi que vc lia o diário msm sem minha permissão se vc sabia oq estava acontecendo pq não interviu?
Eu não estou te culpando ,só queria entender o que vc sentia enquanto me via morrer e ao invés de me salvar pq vc cruzou os braços eu estava lá mamãe ,estava lá a sua espera ,a espera do seu carinho do seu amor e da sua compreensão e msm sentindo falta disso td era a idéia de que um dia tudo seria como antes que me fazia prosseguir mas as coisas passaram da conta e não da pra suportar mas...
Obrigado por td e me desculpe se te magoei,vc é a minha vida e ja que te perdi nada mas faz sentido se cuida fica bem que de onde quer que eu esteja estarei cuidando de vc tbm.

Te amo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente, opine, se expresse. Este espaço é todo seu!
Obrigado pela visita e volte mais vezes.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...