sábado, 26 de fevereiro de 2011

A vida é feita de escolhas - parte XI

Arthur não podia acreditar no que estava ouvindo ele ficou atordoado e começou a gritar que jamais deixaria que Fabio e Pedro ficassem juntos;Fabio que estava sentado logo a frente  ficou meio assustado pois Arthur parecia possuído.
Arthur andou na direção de  Fabio o agarrou pelo braço e disse:
- Escute aqui seu moleque atrevido,eu não vou deixar você influenciar meu filho ele não vai fazer parte dessa raça imunda não se aproxime dele, você esta proibido de vê-lo .
Fabio manteve-se intacto, com a cabeça erguida ele encarava Arthur sem temor.
Arthur se sentiu ofendido com a afronta,cuspiu o rosto do garoto e logo em seguida  partiu para agressão começou a desferir contra Fabio socos e pontapés ,Ana que até então se mantinha sentada interviu para que Fabio não ficasse mais machucado do que ja estava,ela pegou Fabio pelo braço e o levou para enfermagem para que fosse feito alguns curativos.
Enquanto isso Arthur foi fazer uma ligação precisava colocar  seu plano em pratica.
-Alô
-Bom dia Rita!
-Bom dia tio!Como o Pedro esta?
-Precisando de você!
-O que aconteceu?Ele esta pior?
-Não é isso Rita! Eu preciso de um favor seu.
-Qual?
-É simples.
-Então me diga e se estiver ao meu alcance eu farei.
-Eu preciso que você finja ser a namorada do Pedro assim que ele acordar é só por algumas semanas.
-Mas tio eu ja tenho namorado
-Nada de mais ,nem meio mais isso é importante para que ele fique bem,e você sera recompensada por isso.
-Ta bom mas só por algumas semanas .
-Então venha o mais rápido possível pois o efeito da anestesia ja esta acabando.
-Ja estou indo! Tchau
-Até mais

Agora Arthur estava calmo e confiante  pois tudo estava no rumo certo.

Enquanto isso ...

Ana conversava com Fabio e tentava acalma-lo

-Eu o amo dona Ana! Jamais o faria mal,eu preciso dele assim como ele precisa de mim.

-Tudo bem Fabio,Eu não duvido do amor que você sente pelo meu menino e também entendo o quanto ele gosta de você mas,tente entender meu lado se eu aceitar essa relação terei que abrir mão de coisas importantes para mim,não poderei ter netos,não vou ver meu menino casar na igreja ,terei que ser forte em relação ao preconceito que existe em todo o lugar ,sera que você não percebe o quanto isso é arriscado?Você não assiste aos noticiários?O preconceito ultimamente passa de ataques verbais vocês correm o risco de serem agredidos e tbm o pai dele não os deixaria em paz.

-Eu te entendo .As coisas serão difíceis mas não serão impossíveis.Você podera ter seus netos,você vai ver o Pedro casar,as coisas não serão tão diferentes do que  você imagina.Quanto ao preconceito ele esta presente em todos os lugares,não estou dizendo que será fácil mas não abrirei mão do amor que sinto por Pedro  apenas por medo dos ataques ,não tenho vergonha de deixar claro o quanto ele significa pra mim,você não consegue imaginar o que senti quando percebi que corria risco de perde-lo eu perdi meu chão,era como se metade de mim estivesse morrendo tbm. Eu prometi que ficaria ao lado dele,que o amaria e que sempre cuidaria dele.Por favor não me impeça de cumprir todas as minhas promessas.

Nesse instante Ana e Fabio se abraçaram e choraram por um longo tempo ,Até que Fabio interrompeu o momento de cumplicidade e a perguntou:

-Você imagina o que é viver sem vida?
-Não
-Pois é assim que vou me sentir se você impedir que eu viva ao lado do Pedro.Ele é a minha vida,sem ele não existiria motivos para continuar.
-Não pense nisso garoto,Pedro não aguentaria te perder.
-Como não? Até onde sei  ele corre o risco de não lembrar que eu existo.
-Mesmo que isso aconteça se realmente houve amor esse sentimento ainda esta lá cabe a você desperta-lo.
 -Obrigado por tudo ,você esta sendo muito compreensiva comigo dona Ana.
-Eu que preciso te agradecer por tudo que fez pelo meu filho.Obrigada
-Isso não é nada comparado ao que ainda posso fazer.Nesse momento precisamos ser fortes.
-Concordo com você mas acho que  você precisa ir para casa agora Fabio ,meu marido esta um pouco  exaltado você viu como ele não esta no seu juízo perfeito não é bom vocês permanecerem no mesmo lugar,vá para casa e assim que o Pedro acordar eu te ligo dando noticias.
-Tudo bem Dona Ana obrigado por tudo e me desculpa por te alugar por tanto tempo.
- Não foi nada querido sinta-se a vontade pra me procurar sempre que precisar
-Tchau Fica com Deus
-Você tbm e tenha fé que tudo vai dar certo.

Ao sair Fabio esbarrou em Rita e pode perceber a alegria que Arthur deixou transparecer ao recebe-la,mas apesar dos sinais Fabio não conseguiu entender o que Arthur estava tramando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente, opine, se expresse. Este espaço é todo seu!
Obrigado pela visita e volte mais vezes.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...