terça-feira, 6 de dezembro de 2011

A primeira vez


Um dia frio de céu escuro e ela resolve procurá-lo, ele morava na mesma rua a alguns passos de sua casa, ainda receosa ela toca a campainha com medo de que outra pessoa a atendesse, na verdade ela tinha medo é de que outra garota a atendesse, ele fazia o estilo galinha, cada dia tinha uma em sua casa, nunca estava sozinho, ao tocar a campainha e esperar que alguém abri-se a porta mil e uma situações lhe passaram pela cabeça, até que de repente ele abre a porta vestindo apenas um samba canção com uma aparência cansada e com os olhos entreabertos, e então ele perguntou:

- Quem é? (Ainda se esforçando pra conseguir enxergar quem havia o despertado de seu sonho) 

- Sou eu.

- Há é você. Veio fazer o que aqui?(disfarçando a alegria que teve em vê-la na porta) 

- Depois de muito pensar, resolvi tomar uma atitude sabe, eu cansei de ficar apenas olhando e imaginando como seria já faz alguns meses que você me tira o sono, e eu cansei disso. 

- Que atitude? 

- Essa. 

E então ela o abraça, porém ele se mantém estático, com os braços levantados, tentando impedir o contato com ela, ele não desejava se envolver. 

- Para sai, eu não estou afim, o que é isso? 

- Ei me deixa ser feliz ao menos um segundo? Eu preciso disso, eu preciso te sentir.



- Não eu não posso (Ele a empurra mesmo querendo abraçá-la, ele a afasta lutando contra seus próprios sentimentos)

- Porque não? Você vive cheio de garotas, eu tenho tanta inveja delas, na verdade tenho inveja de tudo que te rodeia você é importante pra mim porra! Será que não percebe? 

- Você é diferente. 

- Por quê?

- Você não é elas.

- Mas podia ser

- Mas não é.

- Ei me faz feliz ao menos um segundo?

- Não (Eu queria te fazer feliz a vida inteira, mas não posso não posso me envolver, não estou preparado, não agüentaria sofrer outra vez, meu coração ainda carrega marcas que o tempo não apagou será que você não vê?)

- Eu sei por que você não quer.

- Por quê?

- Você tem medo de se envolver não é?

- Por acaso você é vidente? Porque isso agora? Eu não to pedindo pra você me analisar.

- Essa ignorância é só mais um sintoma de medo.

- Medo de que?

- Do amor

- Que amor?

- O que você pode sentir por mim.

- Você ta louca? Jamais eu sentiria algo por você. (Eu te amo Garota, será que você não consegui notar?)



- Ok sendo assim eu vou embora, vou embora e nunca mais vou voltar.

- Espera

- O que? (Ela se vira ainda com esperança)

- Fecha o portão depois de sair.

- Ta. (ela fala desanimada)

Caminhando em direção a porta ainda pensativa ela resolve terminar o que havia começado e então sai correndo na direção dele e o rouba um beijo, depois se vira sai andando tranquilamente e então diz:

- Espero que não se esqueça desse sabor, é o gosto do amor, o amor que tenho por você.



- Não eu não vou esquecer

Tocando os lábios, ele começa a se questionar se perderia a chance de ser feliz por medo de se machucar, então subitamente decidiu que não iria deixar que o medo tomasse as rédeas de sua vida, o que havia acontecido no passado não poderia continuar interferindo nas suas decisões, correndo para a saída ele conseguiu a tomar nos braços antes que ela cruzasse a porta e em um misto de amor, medo e felicidade os dois se tornaram um só, lá fora a chuva caia, enquanto a sua sinfonia embalava o amor.
Ainda inseguro  parou por um momento a fitando os olhos ele disse baixinho:



- Me desculpe por tudo, Eu amo você.

E ela retribuiu ainda mais baixo.

- Obrigado por isso, Eu já sabia.

Depois disso abraçaram-se forte ainda deitados e deixaram que o sono se encarrega-se do resto, naquela noite dormiram juntinhos ao som da chuva embalados pelo amor.

6 comentários:

  1. Sinceramente, isso é na verdade um conto com que sonhamos em ter em nossas vidas, mas, nos dias de hoje essa palavra(amor) não é mais tão importante para muitos. Apesar de que acredito que ainda exista no mundo. Acredito porque eu já senti o amor aquecer minha alma, e acredito que ainda possa ser acendido novamente em minha vida. Para finalizar completo esse comentário com uma simples palavra, milagre!

    ResponderExcluir
  2. Romantismo,como meu amigo disse ai: "historia q é dificil de acontecer hoje em dia".Hoje em dia a palavra amor viro bom diaa,amor verdadeiro pouco se tem,pouco se busca,porq as atitudes modernas estão diferentes,os valores estão se perdendo,isso q acho... e parabens muito linda a historia.

    ResponderExcluir
  3. Concordo com o Reinaldo : D
    Parabéns pelo blog. amei a postagem *-*
    De certa formas as vezes nos temos medos de abrir os nossos sentimentos e se ferrar novamente.
    http://semrel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. AINNN MUITO LIINDO, SÓ Q É COMO ELES FALARAM AI EM CIMA, É DIFICIL DE VER UM AMR AGR ASSIM...

    BY: TAMIRES

    ResponderExcluir
  5. valeu legal a historia gostei hj eim dia nao vemos muito isso bjz abraços;

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente, opine, se expresse. Este espaço é todo seu!
Obrigado pela visita e volte mais vezes.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...