sábado, 20 de abril de 2013

A carta que você nunca vai ler


Fiquei um tempo afastada, talvez você tenha notado… Quando resolvi aparecer recebi a noticia que você se mudou, pra longe, bem longe de mim, esta noivo, em breve será papai, mais feliz do que isso, impossível não é? Achei estranho, até fiquei perplexa com esse papo, você nem parece mais aquele cara que eu conheci as três da manhã no centro da cidade, aquele mesmo cara que perdia o sono com a hipótese de constituir família, afinal isso não foi feito pra você, o mesmo que jurou ser sozinho e que não precisava de ninguém pra ser feliz, o cara estranho que passava boa parte do tempo logado em redes sociais porque apesar de desejar estar sozinho a completa solidão te assustava. Você mudou cara e não foi só de endereço e isso me abalou, porque você se tornou o cara que todo o tempo eu esperei que você fosse, você saiu do seu mundo e passou a fazer parte do mundo de alguém e dai eu me questionei porque não o meu? O meu mundo não era bom o bastante pra você? Não podíamos ser nós dois o casal apaixonado viajando pra miami ou paris? Eu não podia ser a mãe dos seus filhos? Eu não podia te fazer feliz ou preencher suas particularidades? Porque uma estranha, que nem sabe dizer o seu nome? porque alguém que não te apelidou de bebe ou anjo? porque alguém que te ame menos do que eu amei, alguém que nem te conhece o quanto eu conheço, alguém que nem sequer sabe que você tem medo de compromisso, porque não consegue lidar com partidas e que sua primeira perda foi a do seu cachorro que morreu atropelado quando você tinha dez anos? Em? Me diz porque ela e não eu? Porque a um ano você nem pensava em trabalhar e agora já quer montar seu próprio negocio? Eu não fui capaz de despertar em você esse instinto? A culpa foi minha ou você que não soube aproveitar o que tinha? Eu estava lá você lembra? Eu te apoiei, te cuidei, eu tentei te ajudar de todas as formas, tentei te fazer levantar do sofá pra fazer algo mais que buscar o controle, eu fiquei do seu lado o tempo todo até quando você menos mereceu, acho que por isso eu não consiga aceitar que não seja eu a pessoa que você quer ao seu lado, talvez se eu tivesse te cuidado menos, se eu tivesse pisado mais, se não tivesse me importado com você, você se importasse comigo.
Eu gostaria de dividir tantas coisas com você, ainda tenho tanto a lhe dizer, mas nada que eu disser vai mudar as coisas, vai? Sei que jamais lerá estas mal traçadas linhas, porque desta vez não as mostrarei não quero que você judie de mim e deboche dos meus sentimentos como das outras vezes, essa carta ficara guardada em um canto do meu coração, esquecida em um pedaço falho de minha memoria e jogada as traças em um lixo qualquer desta cidade, qualquer lugar sera melhor do que ai com você.
Ps: Ainda sinto sua falta, só escrevi pra dizer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente, opine, se expresse. Este espaço é todo seu!
Obrigado pela visita e volte mais vezes.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...