sábado, 14 de março de 2015

O segredo por trás do seu silêncio

O dia havia passado depressa e a noite insistia em se arrastar, você me olhava com pena e eu sentia que algo não estava bem, só não sabia o que era.
há o seu olhar, ele queria me dizer algo e você parecia não saber por onde começar, eu já não me continha de tanta curiosidade,já tinha perguntado inúmeras vezes o que tinha acontecido, mas você continuava em silêncio, as horas passavam e nós nos olhávamos de uma forma intensa porém dolorosa; O seu olhar cada vez mais abatido e a cada segundo que passávamos em silêncio o meu medo pelo que estava por vir crescia.
Eu te olhava sem piscar analisando cada movimento seu, por vezes sentia que você quebraria o gelo, você puxava o ar se preparando pra dizer algo, mas logo em seguida desistia de falar, na minha imensa fragilidade já havia deixado rolar algumas lagrimas, as Primeiras de muitas que se seguiriam foi quando eu ouvi você dizer:
- Não chora! Você merece alguém melhor que eu. Eu não mereço você.
- Porque isso agora? o que você quer dizer com isso?
- Eu estive pensando esse tempo todo, eu não te mereço.
- Eu amo você, não me importa se temos nossas diferenças, nada disso importa. Eu te escolhi assim e te amei assim também.
- Você não merece isso, você não precisa passar por isso, você pode arrumar alguém melhor que eu.
- Isso o que? Do que você está falando? Eu não tô entendendo nada!
- Eu não consigo deixar de pensar nisso, Eu nem sei por onde começar, eu sou um grande filho da puta, é isso que sou!
- O que foi Amor? O que aconteceu?
- Eu te trai.
- Você o que?
- Eu te trai.
- Com quem?
- Isso não importa.
- Me responde. Com quem?
- Isso não importa, não diminui meu erro.
- Pra mim importa.
- Não tem relevância isso, só me perdoa.
- Então é simples assim?
- Simples?
- Sim afinal você dá uma de bom moço, joga na minha cara que me traiu, não me dá explicações, não mé dá ao menos um motivo e ainda tem a coragem de me pedir desculpas, como se fosse algo natural.
- Você não precisa desculpar se não quiser.
- Em algum momento eu descuidei de você?
Eu te desrespeitei? Em um misero momento eu te dei algum motivo pra agir assim comigo?
- Não, o problema não tá em você. Eu fui fraco, eu errei e por isso tô aqui te pedindo perdão.
- Porque você tinha que me contar isso em? Porque você não simplesmente calou essa sua boca e fingiu que nada aconteceu?
- Toda vez que eu olho pra você, toda vez que vejo o esforço que você faz pra me agradar, o quanto você é companheira, todas as vezes que você cuida de mim, eu me pergunto onde eu estava com a cabeça, toda vez que eu vejo você se declarar pra mim, fazer planos pra nós dois de uma forma tão sincera eu me odeio e te amo muito mais. Eu precisava contar, pra me sentir melhor, precisava do seu perdão pra conseguir colocar a cabeça no travesseiro e não sentir o peso dessa decisão errada.
- Se fosse eu, você perdoaria?
- Quem ama perdoa.
- Eu não te perguntei isso.
- Eu não sei, é difícil se colocar do outro lado.
- Mas não é impossível.
- Como você pode saber se nunca se colocou em meu lugar?
- Não? Como você pode ter tanta certeza assim?
- Quando?
- Todas as vezes que ouvi calada seus gritos e insultos porque segundo você o dia tinha sido difícil. Eu me coloquei no seu lugar mesmo sem entender o porque de toda a sua revolta afinal eu sempre tentei fazer você se sentir melhor, se sentir amado e especial. Talvez se eu tivesse te tratado com indiferença, se tivesse te deixado de lado. Se tivesse pensado mais em mim do que em você, nada disso teria acontecido.
- Você não precisa se culpar. Quem errou fui eu.
- Eu sei, eu só queria saber o porque.
- Eu precisava de uma aventura, algo diferente, eu queria inovar, sair da rotina sabe?
- Você poderia ter feito isso comigo, poderia ter conversado, exposto as suas opiniões, você teria percebido que pra mim também não tava legal, teria notado que mesmo não estando cem por cento satisfeita nunca me passou pela cabeça trair você.
- Eu já disse que fui fraco, será que podemos parar de falar sobre isso, eu só quero seu perdão.
- Só? Você acha que é fácil?
- Quem ama perdoa.
- já ouvi dizer por ai que quem ama, não trai, não mente.
- É tão difícil assim?
- Não é tão fácil quanto o que você fez.
- Não precisa me tratar assim.
- Para de se fazer de vitima, você que procurou isso.
- Você consegue me perdoar?
- Perdoar sim, esquecer não.
- O que você quer dizer com isso?
- Você acabou com toda a confiança que eu tinha em você, Você tornou impossível a nossa convivência.
- Quer dizer que você vai abrir mão de tudo agora?
- Você que fez isso primeiro.
- Eu? Quando?
- Quando você decidiu viver a sua aventura, naquele instante você estava abrindo mão de tudo que a gente viveu.
- Não, Eu não disse isso.
- Foram as suas atitudes, você acha que seria fácil viver ao seu lado sabendo disso, você acha que eu conseguiria acreditar que os seus atrasos se deram por qualquer outro motivo que não seja uma outra vagabunda no seu caminho?
- Eu errei uma unica vez.
- Mas esse erro coloca em duvida todo o resto da nossa história. Quem me garante que não acontece há mais tempo? Quem pode me garantir que não vai mais acontecer?
- Eu.
- Como posso acreditar em Você depois disso?
- Mas nós nos amamos e podemos superar isso.
- Eu já não tenho tanta certeza do que você diz sentir por mim. Eu sei que te amo mas, também sei que um relacionamento precisa de muito mais que amor.
- O que você quer dizer com isso?
- A nossa história acaba aqui.
- Se você me ama mesmo você vai me perdoar e vai ficar tudo bem.
- Você me perdoaria?
O silêncio se fez e eu perguntei mais uma vez:
- Você me perdoaria?
A resposta foi seca e em alto e bom som:
- NÃO
- Então porque eu deveria te perdoar?
- Porque você é melhor do que eu, Por favor diz que me perdoa.
- Eu já disse que te perdou mas eu não vou conseguir esquecer, não vou conseguir olhar pra você sem me lembrar que em algum momento da nossa relação enquanto você fazia juras de amor pra mim, provavelmente falava o mesmo pra ela e ainda passava algumas horas do seu dia nos braços de outra, não vou conseguir estar do seu lado sem se lembrar que você é cínico o suficiente pra mentir sem se sentir culpado, pra me ferir sem remorso.
- Eu me sentia culpado.
- Mas isso não foi suficiente pra te fazer parar.
- Eu errei.
- Não foi um erro, foi uma escolha sua.
- Eu já me arrependi.
- Se arrepender não muda os fatos, você me traiu e como você mesmo disse eu não merecia isso, eu mereço alguém melhor.

Foi assim, sem muitas explicações, sem motivos concretos, Ele havia me traído, Ainda hoje não sei quem foi, seja quem for eu não merecia ter passado por isso mas serviu de lição.
No inicio foi difícil, muitas lágrimas, noites mal dormidas mas eu superei.
Nos vimos pouco depois desse episódio, ele continua insistindo que me ama, diz que sem mim nunca mais foi feliz...
Eu sem ele continuei a mesma, Exceto pelo medo do silêncio e de todas as palavras que se escondem nele.


Um comentário:

  1. É muito dificil se colocar no lugar do outro quando nosso ego foi ferido.. mas nada é por acaso nessa vida!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente, opine, se expresse. Este espaço é todo seu!
Obrigado pela visita e volte mais vezes.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...